quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

Pesca de sargos 2

Caros leitores e seguidores do blog,

Venho relatar uma pesca ilhada feita com o meu pai ainda durante o meu período de férias. 

Para esclarecer os mais curiosos, informo que esta faina foi efectuada bem antes do actual defeso à espécie do sargo. 

O mar veio a ser mais rijo do que inicialmente prevíamos aquando da análise das condições do mar em terra pelo que as chanadas eram muito curtas não permitindo desta forma, que a chumbica tivesse tempo suficiente dentro de água.

No entanto, conseguimos capturar uns bons sargotes em virtude de uma boa dose de paciência e  persistência!

As iscas usadas foram o carangueijo, mexilhão e perceve da pedra.


Abaixo a foto para a posteridade com os pescadores da ilha!


Abraços e até ao próximo relato.

NC



segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

Pesca de sargos

Caros leitores e seguidores do blogue,

Após o fim de algumas capturas de compridos, venho relatar uma pesca ilhada com o meu pai durante o meu período de férias.

Selecionamos uma pedrota ilhada mais a norte que já me deu muitas alegrias ao longo destes anos de pesca.

A engodar ao belisco para ir fazendo o pesqueiro, optei por pescar à chumbica enquanto o meu pai utilizou uma bóia pescando com a mesma no ar. Confesso que esta última, foi mais eficaz a matar peixe do que propriamente com a chumbica em cima do anzol.

Assim, apanhamos uns belos sargos alguns deles com um tamanho considerável.


O corolário deste excelente momento passando junto ao mar na companhia do pai! A alegria do pescador sénior enquanto o júnior tira a foto!


Abraço e até à próxima postagem.

NC


terça-feira, 27 de dezembro de 2016

Robalos - 7 Sessão

Caros leitores e seguidores do blog,

Mais uma incursão noctívaga com amostras à procura dos predadores da nossa costa, o robalo.

Após seleccionado o local que anteriormente já tinha dado algumas alegrias, optou-se por regressar a um dos locais do crime!

Na companhia do Cristovão, encontramos um camarada nosso que já se encontrava naquela zona também a spinnar. Depois de colocar a conversa em dia e trocar algumas impressões, começamos a bater o local nas várias pedra, laredos e fundões.

Tive a sorte de conseguir enganar este belo bicho quando já nada o fazia prever.



Na 2 utilização de uma vara comprada para este efeito, spinning nos rebolos e lajedos, confesso que fiquei bastante agradado com o comportamento da mesma a "matar" o peixe de tamanho bem considerável ! Falo da uma cana de 2 partes com 3,90m!


Abraço e até a próxima postagem de sargos, liças e robalos mas acima de tudo de amizade e camaradagem.

NC