quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

Eu não devia ter ficado em casa sossegado?



Não! Sempre que há uma aberta lá vou eu ao mar. É um vício e pronto … paciência! Existem vícios mais prejudicias à saúde mas este é um vício saudável.
No caminho para o pesqueiro, que pretendia ir na costa norte, verifiquei que as árvores vergavam com a nortada que se fazia sentir. Mudança de planos e rumei à costa sul. Nós, os Algarvios, somos uns sortudos!



Inicialmente o vento era de Norte e não apertava muito porque o pesqueiro ficava virado de costas para o vento. Mas no virar da maré o vento rodou para Oeste, juntamente com o cachão grosso de vento, impossibilitando a continuação da pesca. Hora e meia de pesca era mais que suficiente, já que o peixe razoável tinha dado lugar às ramboias. Estava na hora de arrumar as coisas e zarpar para casa porque a pesca estava feita. Uns pexecos para o almoço foi o resultado.

Abraço e saudações piscatórias

4 comentários:

j.m.miguda disse...

Acontece aos melhores.Já agora estou pensando dedicar-me ao spining achas que é a altura para esse tipo de pesca quais as melhores amostras?
Cumprts, Zé Miguel.

PêJotaFixe disse...

Amigo Zé Miguel,
Este dia foi particularmente ventoso, com ventos na ordem dos 100Km/h. Pesquei rente à água, agachado, para que o vento não pegasse na cana. Nem imagina a força que era nacessária para aguentar a cana! Felizmente consegui apanhar uns peixes.
Qualquer altura é boa para se iniciar no Spinning, devendo adquirir meia dúzia de amostras, das ditas "matadoras", numa casa de artigos de pesca.

Abraço e saudações piscatórias

FISGOPEIXE disse...

só se não te conhece-se é que dizia que ficavas em casa...pois, pois....são uns belos sargos, tens que levar a cana de spinning também..abraço

PêJotaFixe disse...

Amigo Fisgo,
Quando acabarem os relatos das pescas à boia, ao Sargo, que fiz antes de começar este maldito defeso, logo começo a relatar umas spinadelas. E olha que ainda ontem fui spinar...

Abraço e saudações piscatórias