segunda-feira, 26 de abril de 2010

Apareceram no fim

Segundo as previsões, o mar para Sábado era mesmo muito manso pelo que decidi dar uma apitadela ao meu Amigo Roberto, surfista experiente e adepto das artificiais, para fazermos uma parte da noite e o aceio da manhã à amostra e depois saltarmos para cima de uma pedra ilhada.
Chegados ao estacionamento, vêm dois pescadores que tinham ido fazer a noite muito desanimados porque a pesca não lhes tinha corrido de feição. Mais adiante, já no local, vários eram os “pirilampos” que se viam. Passamos por mais dois ou três pescadores e peixe…zero! Convém dizer que as condições não eram as melhores: mar parado, lua quase cheia e marés curtas.
Fomos spinar para uma enseada onde a presença humana é quase nula e peixe…zero! Experimentamos duas ou três amostras em pontos quentes mas o peixe estava mesmo arredio. Decidimos calçar as barbatanas e fazermos ao mar nas pranchas. O alvo era as Douradas e os Matateus.

Só os grandes é que tiveram direito a posar para a foto

A maré já tinha uma hora de enchente e só se sentia ramboias. A utilização de anzóis grandes e iscadas generosas fazia com que poucos peixes se prendessem, à excepção das ditas ramboias, que neste caso tinham entre 400/500grs. Eheheh Os grandes exemplares tardavam em aparecer.
Quando nos preparávamos para abandonar a pedra ilhada, no pico da maré-cheia, eis que finalmente apareceram os dito cujos a mariscar em cima das pedras que à maré vazia estavam a descoberto. Meia hora foi tempo suficiente para apanhar quatro bons peixes e perder outros três. O Roberto apanhou uma Dourada.




Abraço e saudações piscatórias

15 comentários:

António Matos disse...

Amigo Paulo estou a 2 horas de ir jantar e postar esse tabuleiro com batatinhas é crime :)
Belos Matateus parabéns, agora tenho que ir limpar a baba que ficou no meu teclado.
Abraço

j.m.miguda disse...

Boas Pimenta,excelente dourada.Belos matateus Paulo.Quer dizer que o Roberto tambem é adepto da ilhada? E que tal Roberto? Pelos vistos não foi a tua 1ª vez, é porreiro? Estou a adquirir o material necessário para ver se me estrei.
Um abraço, Jose Miguel.

Gui disse...

Boa pesca!
força

Gui

Pedro Nunes disse...

Epa esses tabuleiros estao mm com bom aspecto :)

MR disse...

Os robalos por cá este fds tb andaram arredios, só gaiatos piquenos, Bons matateus, com esses leões a minha vara curta até treme, mas se o fio aguentar meteos a seco.

Ab

Anónimo disse...

boas paulo.foi uma manha muito bem passada, fiquei encantado com este tipo de pesca sem stress,embora nao tenha experiencia fiquei passado com a mestria com que os trincavas brutal ,omeu muito obrigado pelo o baptismo de ilhada. hoje depois de 1 surfada um bocadinho + a sul la engatei 1 robalo com 2400kg ao spinning que tera omesmo destino que esses matateus . saudacoes piscatorias

Kaywox disse...

Tambem fui lá no sábado fazer uma praia, 3 horas foi o tempo que perdi a procura de um spot e nada, foram 3 horas de passeio, quando cheguei a casa só disse que a praia não tinha água, toda a gente se riu, é mesmo conversas para se ter com pescadores mais ninguem entende.

mas voltando ao teu post, grande pescaria.
quem não caça com cão caça com gato, e tu sabes bem dar a volta a situação. parabens a dupla.

1 abraço

barreira disse...

boas
Já vi que o pimenta foi batizado, sim senhor, boa pesca e bela dourada.
Abraço

PêJotaFixe disse...

Amigos,
Obrigado a todos pelos comments.

Amigo Matos,
Desculpe lá qualquer coisinha. A intenção não era provocar azia;) Eheheh

Amigo Zé Miguel,
Fico a aguardar...

Amigo Gui,
Obrigado

Amigo Pedro,
Existem duas coisas pelas quais nutre paixão: pesca e culinária. Não há nada melhor que apanhar o peixe e a seguir cozinhá-lo.

Amigo Miguel,
Ia alternando os lançamentos com a pesca ao tento, utilizando a linha do tamanho da cana, quando me lembrei que uma cana directa daria melhor resultado. A equacionar uma possivel aquisição... Já agora, venham essas sugestões.

Amigo Roberto,
Pena o mar não ter mais um "toque" para a pesca ser melhor. Pelo menos no caso do Spin. Mais oportunidades virão.

Amigo Zé,
Essa da praia sem água faz-me lembrar a do Alentejano com os garrafões de água salgada. Eheheh No caso do artigo, temos que ser polivalentes em tudo e na pesca em particular se queremos levar algo para casa.

Amigo Barreira,
O Roberto está quase um "Lobo do Mar"! Eheheh Qualquer dia estou a vê-lo com a prancha de surf de volta das pedras ilhadas. lol

Abraço e saudações piscatórias

MR disse...

Existem algumas boas opções, eu por exemplo tenho a dinax borealis de 8m, tou satizfeito com ela, já lhe parti um elemento mas foi mia culpa, tava enrrochada e dei um esticão á bruta, lá se foi o elemento do meio, mas acho que está muito bem conceguida, só tem um senão já está descontinuada, mas ainda se encontra á venda aqui numas lojas, existe tambem um modelo da mitchel o qual não me lembro o nome, mas é boa, o Quim de Odeceixe teve lá, existem tb as shimano, a katana era muito boa o modelo antigo agora vem mais fraquinho. mas eu já vi estas canas em modelos mais recentes muito mais resitentes por ai nas revistas, eu agora ando um pouco desatualisado, como não tenho intensões de comprar nenhuma não tenho ligado a isso, mas fala com o quim a ver o k ele lá tem e o k pode arranjar.
Mas á 3 coisas que se tem de ter em atenção ao adquirir uma cana dessas, 1 - a relação comprimento espessura, convem ser equilibrado par não ser muito grossa nem espessa e ao mesmo tempo resistente, 2 - a espessura dos seus elementos, muito fininhos não tem resistencia nenhuma e partem com facilidade.
3- não convem ser uma cana muito pesada pois uma cana de 7 8 metros ao fim de umas hora faz moça no braço.
Quanto á medida da mesma eu utilizo os 8m é a medida stard e polivalente e utilizada pela maioria aqui dos pescadores que fazem essa técnica. mas os á quem utilize os 7m.
Espero ter ajudado
Ab

PêJotaFixe disse...

Amigo Miguel,
Obrigado pela explicação. Existem canas mais rijas? As que tenho visto em acção são muito parabólica, tornando-se complicado virar o peixe.

Abraço e saudações piscatórias

Ricardo disse...

Excelente pescaria.
Parabens pessoal.
Continuem assim, é sempre um prazer de ver esses Matateus e especialmente no tabuleiro!

Um abraço

Anónimo disse...

Sempre em grande a minha Cabritinha :)
Tá ai um belo manjar, regadinho com um tinto daqueles, até a barraca abana .

Grande abraço amigao :)

PêJotaFixe disse...

Amigo Ricardo,
Obrigado pelo comment.

Amigo Anónimo,
Foi do branco e do tinto, finalizado com um medronho para amaciar a digestão, mas com moderação para a barraca não cair. Eheheh

Abraço e saudações piscatórias

Catita disse...

Que tenha servido entao para montar a tenda : )