quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Day after

Caros leitores e seguidores do blog,

No dia seguinte, após a pesca dos robalos efetuada na última postagem, decidimos regressar ao mesmo spot onde no dia anterior tinhamos sido felizes.

O Marafado Paulo Cabrita, desta feita pôde juntar-se a nós.

Lançamentos atrás de lançamentos, iamos "batendo" pequenos fundões com constituição rochosa que propiciam o habitat natural de caça deste magnífico predador.

Com o passar do tempo e sem qualquer sinal de sucesso, eis que o António ferrou e apanhou um robalo kileiro com a sua amostra preferida.

Devido a este fato, a malta animou!

Contudo, depressa a moral esmoreceu sem qualquer toque ou mesmo sem qualquer sinal de peixe comprido na zona. Como opção alternativa, as trocas de artificiais iam-se sucedendo até que.... ferrei e apanhei um robalo de 3,00kgs.

A partir daí, apenas o Paulo Cabrita apanhou um pequeno robalo que era pouco maior que a amostra sendo imediatamente devolvido ao mar.


Obrigado a todos a até a uma próxima postagem.

NC

14 comentários:

Sílvio Pinto disse...

Sempre em grande amigo Nuno.
Não há-de o Manel andar todo trocado.
Abraço
SP

Pedro Franco disse...

Não foi tão boa jornada como a ultima mas ainda assim valeu bem a pena, não só pelo peixe mas mais pela companhia dos outros Marafados.
Um abraço a todos e continuação de bons lances aos compridos

Manuel Oliveira disse...

O António abriu o pesqueiro e tu Nuno, deste logo ali no cantinho com um tarolo... :)
O Paulo já vinha com a pancada da noite anterior dos dentuças a monte... Foi só ressacar um pouco... :)
Pelo menos viram-se escamas fora de água!

Forte Abraço

João Pinto - http://sheospinning.blogspot.com/ disse...

Os Marafados em grande :)

Grande abraço e boas pescas

Joao Santana disse...

Boas Nuno, desta vez eles não estavam lá em força, mas ainda apanhas-te um bem bom, salvar o chibo é sempre positivo:) , abraço.

José Dias disse...

Pois é amigo... por todo o lado é mais do mesmo (ou melhor dizendo menos do mesmo), mas este tempo também não ajuda a nada...
Aproveitando que as minhas costas estão um pouco melhor, fiz duas pequenas investidas apenas para matar o vício, mas peixe bom nem velo, apenas um robalote de 1,5kg e ontem de tarde duas bailas e um quase kileiro que foram restituídos ao mar... enfim!!! Melhores virão com toda a certeza. Abraço

Cristóvão Veríssimo disse...

És mesmo tu que estás com a mão quente amigo Nuno! O pexe não quer nada com a ceira deles!

GRande abraço companheiro!

Nuno Caçorino disse...

Olá Silvio,
Chama-se estar no local certo à hora certa... basicamente sorte! Abraço.

Nuno Caçorino disse...

Olá Pedro,
Há quanto tempo! A pesca tem uma qualidade que nunca em tempo algum falha: a companhia dos amigos! Vamos tentar regressar ao spinning quando estes vendavais partirem. Um abraço.

Nuno Caçorino disse...

Manel,
Do mal o menos... 2 peixes para animar a malta, foi o que se conseguiu. O Paulinho já se tinha deleitado durante a noite com uns valentes sargos... Abraço campeão.

Nuno Caçorino disse...

Boas João Pinto,
Grandes somos sim Srº mas de espirito pois como bem sabes isto do spinning dá muito chibo. O que vale é a malta manter sempre a moral em alta em marés optimistas. Grande abraço

Nuno Caçorino disse...

E que tal J. Santana?! Pois desta feita foi do peixe e não pescador inversamente ao ocorrido em dia anterior. Porém... ainda conseguiram saltar 2 compridos para dentro da ceira. Abração

Nuno Caçorino disse...

Olá compadre, como estamos dessas costas? Espero que estejas bem melhor! Quanto à pesca em si... pois como tu dizes melhores dias virão. Manter sempre uma boa dose de optimismo nestas lides, é importante. Grande abraço

Nuno Caçorino disse...

Oi Cris,
Ultimamente, ando com a sorte toda! Mas qualquer dia, a dorte vira madraste e fico a ver os meus camaradas cravados neles enquanto "xuxo no dedo". Abração amigo.