terça-feira, 5 de abril de 2016

UPGRADE Carretos

Caros leitores e seguidores do Blog,
Ao adquirir uns carretos para pescar em zonas de fundo rochoso, tanto para pescar ao nível do mar como em altura, verifiquei que estes necessitavam de ser mais fiáveis, robustos e duradouros para a utilização que lhes ia dar. Assim, surgiu-me a ideia de fazer umas pequenas alterações. Há cerca de um ano adquiri todo o material necessário, mas só agora tive tempo disponível para o fazer.


As alterações consistiram na substituição de anilhas, casquilhos de plástico, pegas, rodízios e na introdução de mais rolamentos. Poderiam ser feitas outras alterações, nomeadamente ao nível da aranha e da bobine, mas em nada iriam beneficiar o tipo de pesca a que se destinam. Pelo contrário, só acarretariam mais despesas.
As anilhas introduzidas são em aço inox e os rolamentos são híbridos (blindados, em aço inoxidável e com esferas cerâmicas).

Pega
As pegas de origem não eram as mais adequadas visto as suas dimensões e ergonomia não serem apropriadas e o seu funcionamento ser muito perro. Assim, retirei as originais e coloquei umas sobredimensionadas, com maior aderência, ergonomia e rolamentos.



Como a pega original se encontrava cravada na alavanca necessitei recorrer ao berbequim para a retirar.



A instalação da nova pega é uma tarefa simples, fácil e rápida de realizar.



Manivela
Substituí o casquilho de plástico, que vem na parte lateral do carreto e onde trabalha o eixo da manivela, por um rolamento, que confere um melhor desempenho e atenua um dos pontos de maior torção no carreto.



Agulha do sem-fim
Substituir o casquilho da agulha do sem-fim por um rolamento contribui para um melhor desempenho em acção de pesca. Esta ideia surgiu da comparação de um carreto de corrico e outro de zagaia que incorporam esta solução.



Sem-fim
Esta é, possivelmente, a peça que mais trabalha e se desgasta sempre que damos à manivela, dai a substituição dos casquilhos por rolamentos. Introduzi dois rolamentos na parte superior e um na parte inferior do sem-fim, bem como anilhas de afinação em aço inoxidável.



Rodízio
Os rodízios originais também não eram os mais adequados porque provocavam muito atrito e o consequente desgaste da linha e do próprio rodízio, que ganhava verdete, uma vez que o seu material era em latão. O seu funcionamento também não era o melhor devido à incorporação de um só rolamento.
Neste caso, coloquei um rodízio em titânio e adicionei mais um rolamento.



Para além dos cinco rolamentos que os carretos traziam de origem, adicionei mais sete, o que perfaz doze no total.

IMPORTANTE:

-Antes de se iniciar todo o processo, o carreto deve ser devidamente limpo com gasóleo de forma a retirar a massa antiga e deve ser colocada nova massa;


-A massa utilizada deve ser especifica para engrenagens e rolamentos, deve ter uma textura adequada e não deve ser colocada em excesso para assegurar um funcionamento suave do carreto;


-Todas as peças retiradas, nomeadamente as anilhas e os casquilhos, devem ser medidas com um peclise de forma a assegurar que as introduzidas são compatíveis e não originam folgas (e consequente danificação do carreto);


-Deve ser utilizada uma cola apropriada no parafuso que aperta a pega à alavanca para que este não afrouxe quando se dá à manivela.


Um agradecimento especial ao Cristóvão Veríssimo pela sua colaboração neste projecto e à ATL pela redacção.
Fiquem atentos ao blog porque irei colocar um artigo sobre o upgrade de umas canas que irão fazer parelha com estes carretos.

Saúde, da boa, para todos! ; ))

6 comentários:

C.Morais disse...

Grandes upgrades, é basicamente tudo o que o carreto precisa e as marcas nos cobram a mais por "upgrades" com um nome diferente :)

Venham daí essas canas... ;)

Grande abraço!

Paulo Cabrita disse...

Boas Claudio,
É mesmo como dizes, amigo!
Só quero acrescentar que este upgrade custou uma bagatela, comparado com o que as marcas pedem pelos acessórios ou carretes de gama superior.
Brevemente irei mostrar as canas, sendo que as mesmas já foram testadas com peixes e aprovaram ; )

Saúde, da boa! ; ))

Manuel Oliveira disse...

Boas Paulo,
Tal não foi essa quitagem... :)
Agora só falta as canas para depois dar com uns peixes!!!

Forte Abraço e aperta com elas

Paulo Cabrita disse...

Viva Manel,
Epá, sempre a evoluir nos kitanços! LOL
As canas já deram com umas matlonas e com uns cachos de besugos, faltam os pargos. eheheheh

Saúdinha! ; ))

André Matos disse...

Esses upgrades são top ! Mas saber mexer nisso tudo também conta e saber que coisas substituir , se fosse eu qunado montasse já vinha a asa em baixo , o drag de frente ! Era um carreto nunca antes visto eheheheheh ! Qualquer dia faço uma coisa dessas ao meu

Paulo Cabrita disse...

Boas André,
Com um pouco de vontade/curiosidade, tempo e paciência vais ver que não custa nada ; )
Se te enganares e sobrarem peças ou as colocares no sitio errado sempre tens a esquemática, que vem na caixa dos carretes, para te orientares : )

Saúde e força ai nos kitanços! ; ))