quinta-feira, 16 de julho de 2009

O mar está feito num cão!!!

Depois de algum tempo sem relatos, venho hoje falar das minhas últimas pescarias que se pautaram por pouco peixe devido às condições adversas. Apesar de a água parecer boa, existe no entanto alguns aspectos que não são observados a olho nu mas que em muito têm contribuído para alguns insucessos na pesca, tais como: limo, águas negras, ardentia, ranho em suspensão, etc.…Isto tudo tem sido provocado pelas “Nortadas” que se têm feito sentir nestas últimas três semanas.
Todos estes factores contribuem para que o peixe esteja pouco activo e opte por ficar entocado, esperando por melhores águagens para sair à procura de comida. Prova de isso mesmo é que quase todos os peixes apanhados vinham negros e mal ferrados, bem como a quase ausência de toques, sinónimo de que o peixe anda arredio.


Dada a escacez de peixe nas pedras ilhadas optei por experimentar algumas amostras, que recentemente adquiri, no sentido de ver se os Robalos já as atacavam e o trabalhar das mesmas. No entanto a existência de algum limo inviabilizou as minhas pretensões.



Mas não existem só coisas negativas. Também há a assinalar a existência de muito peixe miúdo, que é bom sinal, pois são estes que vão dar continuidade à espécie, cabendo aos pescadores conscientes devolvê-los ao mar para que esta seja assegurada.





Outro aspecto positivo é a vida marinha que está agarrada à pedra e que serve de comedia ao peixe. Existem pedras que estão repletas de perceves, mexilhão, lapas, burriés, ouriços e cracas. O limo velho já vai dando lugar ao limo novo. Tudo isto são factores que futuramente vão contribuir para o aparecimento do peixe, assim as águas o permitam, porque, como diziam os pescadores mais antigos “A água é que mata o peixe”!!!

O regresso às lides do Amigo Tó

Foi com grande satisfação minha que acompanhei o meu Amigo Tó no seu regresso à pesca, passados quase dois anos de interregno. Camarada de grandes pescarias, este foi um regresso esperado já que durante muitos anos fizemos uma dupla infernal que não dava tréguas aos Sargos na Carrapateira. Foi bom relembrar os ceirões de Sargos apanhados e as peripécias que aconteceram durante os longos anos que pescamos juntos. Nada melhor que uma pescaria, seguida de um bom repasto para actualizar a conversa e trocar impressões sobre a pesca na actualidade.

O primeiro “Chibo” do ano


Foi no Domingo passado que carreguei o meu primeiro “Chibo” do ano, passados que vão sete meses consecutivos de pesca. Considerando a frequência com que vou à pesca, este é um facto que, se calhar, muito pouca gente se pode orgulhar: sete meses sempre a apanhar peixe! Mas é como tudo na vida e pode sempre calhar-nos a nós. Na boa, na desportiva! É preciso é ter a humildade para o reconhecer e poder relatá-lo, facto este que muito pouca, ou quase ninguém, o admite ou relata.


Abraço e saudações piscatórias

5 comentários:

FISGOPEIXE disse...

pelo que me parece são uns belos sargos!! parabéns, e já com grelha e tudo..ahahahahaha.aquelas fotos do marisco nas pedras estão excelentes..um abraço

Sargollini disse...

Então companheiro PêJota ???

Espero que esteja tudo bem consigo, imagino que esteja de férias e por isso é que não tem posto aqui os seus relatos :)
Se for esse o caso, então desejo-lhe a continuação de boas férias.

Cumprimentos
Sérgio

PêJotaFixe disse...

Amigo Sérgio,
Realmente estive de férias! É que apesar de residir no Algarve também tenho direito a férias. lol

Abraço e saudações piscatórias

Sargus disse...

Boas Paulo.

E continua feito um cão, não "morde mas ladra" e afugenta os nossos amigos...

Valeu o dia, a experiência, as horas que a malta esteve junta a enganar meia dúzia de peixinhos, a puxar pelo cabedal (sem barbatos) mas para a próxima levo-os pois essas ilhadas/peanadas são bem diferentes destas cá em cima.

Foi um prazer te conhecer pessoalmente, um tipo que não passa sem ir ao mar, sem estar perto dele, na pesca...

O artigo estava uma delicia ;)

O presunto do mar também e as ovas.

Grande abraço e até à próxima, valeu o dia, como te disse com ou sem peixe dias assim são o que nos dão animo.

PêJotaFixe disse...

Amigo Sargus,
Melhores dias virão e estou convenvido que para a próxima, ai em cima ou cá embaixo, haveremos de enxer o bornal.
Temos é que convencer o Toni a fazer-se à água! lol lol lol

Abraço e saudações piscatórias