segunda-feira, 22 de junho de 2009

Eu não queria, mas…


…lá acabei por ceder e ir! Geralmente, não costumo pescar ao fim de semana porque gosto mais de pescar durante a semana. É mais sossegado e tem menos pescadores. Mas como os Amigos António, Cardoso e Nuno insistiram, acabei por ir. Só faltou mesmo, a este grupo unido, bem disposto, humorado e amante da Pesca Ilhada, a presença do pai do Nuno.
O dia começou bem cedo com o grupo a deslocar-se a um sítio, no intuito de verificar as condições do mar. Nesse local ficou constatado que não existiam condições para a prática da Pesca Ilhada, dado que o mar galgava a pedra para onde, supostamente, estávamos a pensar ir. Rumamos a outro local onde verificamos que existiam condições dado que neste tipo de pesca têm que ser bem avaliadas as condições do mar.

video

Enquanto o António apanhava umas unhas para o petisco o Cardoso estava embarbelado com as Safias. O Cardoso ia estrear a sua nova aquisição: uma cana…ProSafias! E revelou-se um grande Pró das ditas. Por falar em canas, gostaria aqui de dissertar um pouco sobre o tipo de canas apropriadas a este tipo de pesca. As canas mais indicadas são as de 4,5/5mts porque esta pesca é feita ao mesmo nível do mar e junto à pedra. Aquando da ferragem do peixe, tem que se apertar logo com ele porque senão ele vai à pedra e parte, pelo que as canas deverão ser rijas e ter uma ponteira média, até 200gr. As linhas é que deverão ter uma grande elasticidade para aguentar as investidas iniciais.

video

Uma águagem linda e mar de feição mas os Sargos só entraram com a maré mais grossa. Anzóis de molho e começam logo a sair os primeiros peixes. A maré estava vazia pelo que as impressões iniciais eram favoráveis, esperando-se boas capturas. Só que não passou disso. Excepção feita às Safias, que fizeram as delicias do Cardoso com a sua cana nova. O peixe só começaria a entrar, novamente, de meia maré para cima. Só que a essa hora já não se aguentava o sol em cima da pedra. O mar também começou a apertar e, devido a estes dois factores, fomos obrigados a levantar ferro.
Foi uma manhã excelentemente bem passada com bastante humor à mistura. São pescas destas que fortalecem os laços de amizade e nos fazem ter vontade de pescar sempre. Para finalizar, um abraço de agradecimento ao Amigo Rosa que nos indicou que naquele spot morava peixe.


Abraço e saudações piscatórias

2 comentários:

Américo Neves disse...

Boas PêJotaFixe

Não queria!!! E há alguma coisas melhor que passar um dia à pesca na companhia de amigos!!!? È do melhor que há!!

Um abraço

PêJotaFixe disse...

Amigo Américo,
O fim de semana é para a familia e...para deixar os outros pescadores pescarem. lol

Abraço e saudações piscatórias